Press "Enter" to skip to content

Você sabe o que o antidepressivo Verotina faz com o seu corpo? Veja aqui os efeitos da Fluoxetina

Verotina é um medicamento feito à base de Cloridrato de Fluoxetina, indicado para o tratamento da depressão, da bulimia nervosa, do transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e do transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM). Pode ser encontrado em duas versões, gotas ou comprimidos.

A Fluoxetina trabalha aumentando os níveis de serotonina no cérebro, resultando em uma melhora dos sintomas no tratamento dessas doenças. Normalmente, a resposta terapêutica desse medicamento é observada algumas semanas após o início do tratamento. Se o paciente não apresentar melhora dos sintomas, o médico deverá avaliar e reajustar a dose recomendada.

Verotina Em Gotas:

verotina em gotas

A solução em gotas é composta de 20 mg/ml de fluoxetina. É vendido em embalagem com 1 frasco gotejador de 20 ml.

Composição:

Cada ml (20 gotas) de solução oral contém 20 mg de fluoxetina. Veículos q.s.p 1 ml: metabissulfito de sódio, edetato dissódico di-hidratado, sacarina sódica di-hidratada, ciclamato de sódio, metilparabeno, propilparabeno, essência de pêssego, água purificada e propilenoglicol. Cada gota contém o equivalente a 1 mg de fluoxetina base.

A bula de Verotina em gotas não difere da bula do medicamento em comprimidos.

Bula da Verotina:

verotina fluoxetina

Apresentações:

Comprimido revestido contendo 20 mg de fluoxetina. Embalagem com 14 ou 28 comprimidos.

Solução em gotas contendo 20 mg/mL de fluoxetina. Embalagem com 1 frasco gotejador de 20 ml.

Uso oral e adulto.

Indicações:

É destinado ao tratamento da depressão (associada ou não à ansiedade), da bulimia nervosa, do transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e do transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM).

Composição:

Cada comprimido contém 20mg de fluoxetina base. Excipientes: celulose microcristalina, fosfato de cálcio dibásico bi-hidratado, povidona, talco, estearato de magnésio, dióxido de silício, croscarmelose sódica, macrogol, dióxido de titânio e ácido poli 2-(dimetilamino)etilmetacrilatocobutilmetacrilato.

Contraindicações:

O tratamento com Verotina é contraindicado se você:

  • Apresenta hipersensibilidade a algum dos componentes da fórmula;
  • Está em tratamento com algum medicamento inibidor da monoaminoxidase (IMAOs);
  • Está em tratamento com o medicamento Pimozida;
  • Está em tratamento com o medicamento Tioridazina.

Advertências e precauções:

  • Risco de suicídio: a possibilidade de uma tentativa de suicídio é característica da depressão e pode persistir até que uma remissão significativa da doença ocorra;
  • Erupções de pele: erupção de pele, reações anafilactoides e reações sistêmicas progressivas algumas vezes graves e envolvendo pele, fígado, rins ou pulmões foram relatadas por pacientes tratados com fluoxetina. Após o aparecimento de qualquer erupção cutânea ou reações alérgica, a fluoxetina deve ser suspensa;
  • Convulsões: Verotina deve ser administrada com cuidado em pacientes com histórico de convulsões;
  • Hiponatremia: foram relatados casos de hiponatremia, em sua maioria em pacientes idosos ou que estavam tomando diuréticos;
  • Controle glicêmico: em pacientes diabéticos, ocorreu hipoglicemia durante o tratamento com fluoxetina. A dose de insulina deve ser ajustada quando for instituído o o tratamento com Verotina e após a sua suspensão;
  • Gravidez: o uso de fluoxetina após a vigésima semana de gestação pode estar associado ao aumento de risco de hipertensão pulmonar persistente no recém-nascido. A fluoxetina pode ser administrada durante a gravidez se os benefícios do tratamento justificarem o risco potencial deste medicamento;
  • Lactantes: a fluoxetina é excretada no leite humano. O cuidado e acompanhamento médico é essencial em casos de mulheres que estão amamentando;
  • Trabalho de parto e nascimento: o efeito da fluoxetina soe o trabalho de parto e nascimento nos seres humanos é desconhecido;
  • Doenças ou terapias concomitantes: uma dose mais baixa ou menos frequente deve ser considerada em pacientes com comprometimento hepático, doenças concomitantes ou nos pacientes que estejam tomando vários medicamentos;

Interações medicamentosas:

A Verotina pode interagir e alterar os efeito dos seguintes compostos:

  • Fármacos metabolizados pelo sistema P450IIG6;
  • Fármacos com ação no sistema nervoso central;
  • Ligação às proteínas do plasma;
  • Varfarina;
  • Fármacos que interferem na homeostase;
  • Tratamento eletroconvulsivo;
  • Álcool;
  • Erva de São João (Hypericum perforatum).

verotina bula

Posologia:

Para casos de depressão, a dose inicial recomendada é de 20 mg/dia (1 comprimido ou 20 gotas por dia).

Para o tratamento da bulimia nervosa, a dose recomendada é de 60 mg/dia (3 comprimidos ou 60 gotas por dia).

No caso de Transtorno Obsessivo-compulsivo (TOC), a dose recomendada é de 20 a 60 mg/dia (1 a 3 comprimidos ou 20 a 60 gotas por dia).

Já para o Transtorno Disfórico Pré-menstrual (TDPM), a dose recomendada é de 20 mg/dia (1 comprimido ou 20 gotas por dia) administrada continuadamente ou intermitentemente.

Reações adversas:

  • Muito comuns: diarreia, náusea, fadiga, dor de cabeça, insônia, síndrome gripal, faringite e sinusite;
  • Comuns: palpitações, visão turva, boca seca, dispepsia, vômitos, calafrios, sensação de tremor, diminuição de peso, diminuição do apetite, distúrbio de atenção, vertigem, letargia, sonolência, tremor, sonhos anormais, diminuição da libido, nervosismo, cansaço, distúrbios do sono, tensão, micções frequentes, distúrbios de ejaculação, sangramento ginecológico, disfunção erétil, hiperidrose, prurido, erupção cutânea, urticária, rubor e labilidade emocional.

Verotina Preço:

Os preços da solução em gotas variam de R$ 59,00 a R$ 62,00;

Os preços das embalagens com 28 comprimidos varia de R$ 88,00 a R$ 93,00.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *