Press "Enter" to skip to content

Risperidona engorda? Conheça o antipsicótico, seus efeitos colaterais e contraindicações

Muitas vezes passamos por momentos ou temos familiares e amigos próximos que passam por momentos de incerteza. Não saber o que está acontecendo em nossa cabeça pode ser muito complicado pois assim não sabemos como controlar. Um diagnóstico, com certeza muda vidas, principalmente para pessoas que sofrem de doenças mais graves como esquizofrenia e autismo. Pós o diagnóstico, fica mais fácil para o médico escolher um tratamento e os medicamentos para esse. A Risperidona é comumente utilizada nos tratamentos dessas doenças.

Existem muitas dúvidas sobre o medicamento e seus efeitos. No texto a seguir, elas serão respondidas.

O que é?

pílulas

A Risperidona é um remédio antipsicótico, que tem o objetivo de tratar os sintomas de distúrbios psicóticos, como alucinações e delírios. Também é muito utilizado no tratamento de doenças como esquizofrenia e também do autismo.

O medicamento é um composto que tem efeito eficaz sobre diversos transtornos relacionados com os pensamentos, com as emoções ou até mesmo as atividades, como a confusão, ansiedade, alucinações, distúrbios de percepção e isolamento das outras pessoas.

A Risperidona é de uso oral, adulto e pediátrico e pode ser consumido a partir de cinco anos de idade. Ele é encontrado em embalagens de 20 comprimidos revestidos de 1 mg, 2 mg ou 3 mg. O remédio é comercializado somente mediante a apresentação da receita médica na farmácia.

Para começar, no vídeo abaixo, saiba tudo sobre a Risperidona:

Para que serve?

Além das doenças citadas acima, a Risperidona é utilizada também no tratamento para melhorar a ansiedade, a tensão e o estado mental, que são alterados pelos problemas que já citamos (confusão, alucinação, distúrbios de percepção, desconfiança incomum, isolamento da sociedade, ser extremamente introvertido, entre outros). Depois de aliviar os sintomas, o consumo do medicamento pode ser mantido para controlar os distúrbios.

A Risperidona também pode ser utilizada para controlar transtornos de comportamento como casos de agressão verbal e física, desconfiança doentia, agitação e o vagar de pessoas que já perderam suas funções mentais. O medicamento também é utilizado no tratamento da mania e da irritabilidade, associados ao transtorno autista em crianças e adolescentes.

alucinações e delírios

Então, resumindo, o medicamento serve para o tratamento de:

  • Autismo;
  • Esquizofrenia;
  • Ansiedade, tensão e estado mental;
  • Transtornos de comportamento;
  • Maia e irritabilidade.

Risperidona engorda ou emagrece?

Uma das maiores dúvidas em relação ao remédio é: ele engorda? A resposta é: sim, o medicamento engorda. Na bula mesmo encontra-se essa informação. As recomendações da bula são que o paciente alimente-se moderadamente, pois o medicamento pode induzir o aumento do peso. Inclusive, na sessão da bula em que essa informação aparece, essa informação é observada como um efeito colateral observado em pacientes pediátricos, que tomam a Risperidona com a finalidade de tratar o transtorno autista. Além de engordar, o medicamento também tem como efeito colateral o aumento do apetite, outro fator que pode levar ao aumento do peso.

Porém, apesar do medicamento engordar, existem casos que ele emagrece. Na bula, o emagrecimento aparece na parte das reações adversas. Esse efeito é observado em pacientes pediátricos, idosos com demência e adultos. Porém, esses fatores foram observados em menos de 1% dos usuários. Outro efeito analisado em menos de 1% dos pacientes é a anorexia.

remédio engorda ou emagrece

Portanto, é difícil afirmar com toda a certeza se o medicamento engorda ou emagrece de fato todo mundo que utiliza a Risperidona. A possibilidade de que ambos efeitos aconteçam é real, apesar dos casos de aumento de peso serem bem mais frequentes que os de emagrecimento.

Tanto o ganho quanto a perda de peso ao extremo são prejudiciais à saúde. Portanto, se você está pensando em utilizar a Risperidona para esses fins, desista da ideia, não vale a pena! Isso pode levar sérios problemas à sua saúde, pois esses não são os únicos efeitos colaterais do remédio, existem outros bem sérios.

Efeitos colaterais

Falando em efeitos colaterais, o emagrecimento e o aumento do peso não são os únicos. Conheça alguns outros efeitos colaterais da Risperidona a seguir. O remédio normalmente é bem tolerado por nosso corpo, e os efeitos colaterais são facilmente confundidos com os sintomas das doenças.

Os efeito colaterais mais comuns são: falta de sono, agitação, ansiedade e dor de cabeça.

dor de cabeça

Existem efeitos colaterais mais raros como:

  • Sonolência;
  • Cansaço;
  • Dificuldade de concentração;
  • Visão borrada;
  • Tontura;
  • Indigestão;
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Dor abdominal;
  • Prisão de ventre;
  • Distúrbios da potência sexual;
  • Obstrução nasal;
  • Perda de urina (incontinência urinária).

Apesar desses efeitos não serem extremamente prejudiciais a saúde, o médico deve ser informado caso eles aconteçam.

Contraindicações

Pacientes que sofram com alergias a qualquer um dos ingredientes da fórmula (clique aqui para ver a bula) e mulheres que estejam amamentando não devem fazer o uso da Risperidona. Já durante a gravidez, o uso é permitido somente com orientação médica. O consumo de outros medicamentos também devem ser informados ao médico para que ele avalie se existe ou não o risco da combinação entre as duas substâncias.

No decorrer do tratamento, o paciente não deve dirigir veículos ou operar máquinas, até que o médico avalie a sensibilidade da pessoa ao remédio. O consumo de bebidas alcoólicas também é proibido para pessoas que estejam consumindo Risperidona.

Preços

Risperidona é comercializado em comprimidos de 1mg, 2mg e 3mg. O preço do medicamento varia entre 50 e 100 reais, e pode ser comprado em farmácias, com a apresentação da receita médica.

 

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *