Press "Enter" to skip to content

Descubra por que começar uma Reeducação Alimentar ainda hoje

O que é a Reeducação Alimentar?

A reeducação alimentar não é uma dieta. Ela consiste na mudança de hábitos alimentares e do seu comportamento em relação à alimentação. Assim, é possível prevenir e tratar doenças, emagrecer e manter a saúde.

Com a reeducação, você compreende melhor os efeitos da alimentação na rotina diária. Uma alimentação equilibrada traz benefícios incríveis para a mente e para o corpo, trazendo mais saúde para todos os aspectos da vida.

Nada disso significa a proibição e restrição de certos alimentos, mas sim a melhor organização da ingestão de pequenas porções por refeição, visando um equilíbrio mais saudável. Como toda mudança de hábitos, a reeducação alimentar pode ser difícil no começo. No entanto, é uma evolução para a vida toda.

Alimentar-se de maneira saudável não é apenas capricho. Ter uma dieta balanceada pode tratar e prevenir doenças, melhorar a qualidade de vida e a disposição, além de finalmente te ajudar a perder o peso extra que insiste em ficar.

Como Funciona?

prato com saladas, fita métrica e caderno

Basicamente, a reeducação alimentar implica que é possível comer de tudo, desde que isso seja feito com moderação, equilíbrio e nos horários certos. Não é preciso cortar totalmente os alimentos que você gosta, mas sim ter a consciência de que a alimentação regular deve ser da forma mais saudável possível.

O corpo precisa de carboidratos, gorduras e proteínas em quantidades diárias, para que funcione da forma correta e gere energia o suficiente para passar o dia. Alimentos que são fonte de vitaminas e minerais também devem ter seu espaço no cardápio.

É imprescindível que você comece a fazer refeições de 3 em 3 horas, em pequenas porções. Isso diminui a fome e a quantidade de alimentos ingeridos. Assim, o emagrecimento se torna mais fácil de ser alcançado.

Como fazer a Reeducação Alimentar?

mesa repleta de pratos saudáveis

Não existe uma fórmula correta para fazer a reeducação alimentar, como nas outras dietas por aí. São pequenas mudanças de hábitos que, de forma lenta e progressiva, farão muita diferença em um futuro não tão distante. Veja como começar:

  • Troque alimentos por suas versões mais saudáveis, como um iogurte integral por um desnatado, um suco industrializado por um natural. Na reeducação, não mude nada radicalmente. Aos poucos, seu corpo se adaptará;
  • Você precisa querer realmente mudar a sua alimentação. Sinta-se bem com o seu cardápio, não cortando totalmente o que você gosta e que não é tão saudável assim, mas diminuindo e regrando o seu consumo;
  • Na hora de cortar alimentos, foque no açúcar e no sal refinados, na gordura ruim, no sódio e nos carboidratos simples. Eles são facilmente substituídos por versões mais saudáveis;
  • Prepare suas refeições em casa. Evite ao máximo a comida industrializada e o fast food;
  • Beba bastante água, cerca de dois litros por dia;
  • Faça refeições de 3 em 3 horas. Isso ajuda a manter seu corpo sem bem alimentado, funcionando mais eficientemente;
  • Mastigue bem a comida;
  • Insira fibras no cardápio. Elas mantém o corpo funcionando da maneira correta. Adicione sementes de linhaça dourada ao seu prato no almoço e aveia às frutas no lanche da tarde;
  • Inicie suas refeições com a salada, porque ela ajuda no metabolismo;
  • Não exclua os carboidratos, apenas substitua-os pelas versões integrais;
  • Não se esqueça do cálcio: ele é muito importante para o organismo em geral. Adicione leite, verduras verdes e grãos ao cardápio diário;
  • Prefira as proteínas presentes nas carnes magras e nos ovos. Soja e castanhas também podem ser utilizados;
  • Gorduras saudáveis são indispensáveis, e você pode encontrá-las em peixes, abacate, nozes, castanhas e sementes;
  • Para diminuir o sal na comida, temperar bem com temperos naturais pode ser a solução. Abuse da salsinha, do coentro, do alho, da cebola.

Reeducação Alimentar Emagrece?

Se feita da maneira correta, a reeducação alimentar tem mais potencial de emagrecimento do que as dietas restritivas que conhecemos tão bem. Com bons hábitos, o indivíduo alcança um organismo equilibrado, tendo menos chances de desenvolver doenças mentais e físicas. Níveis corretos de substâncias como vitaminas, antioxidantes, minerais, micro e macronutrientes, podem manter a saúde do corpo e gerar a perda de peso definitiva como consequência.

Quando os hábitos alimentares são transformados, pode ocorrer a redução do apetite, a aceleração do metabolismo, a eliminação de alimentos danosos, a redução da ingestão calórica e o aumento de energia. Tudo isso resulta em uma coisa muito desejada por todos: o emagrecimento.

Cardápio para Reeducação Alimentar:

prato balanceado

Como vimos, o cardápio da reeducação alimentar não é uma fórmula pronta. Ele depende dos seus gostos, dos alimentos acessíveis no momento e da combinação de comidas. Aqui, você encontra um exemplo possível de ser incorporado à sua rotina de alimentação:

Café da manhã:

  • 1 fatia de pão integral com requeijão light e peito de peru + suco natural;
  • Iogurte desnatado batido com alguma fruta e 1 colher de aveia;
  • Suco detox + 2 fatias de queijo branco com algum tempero natural e azeite;
  • 2 torradas integrais + geleia light + café com leite;
  • 2 ovos mexidos + chá verde com gengibre.

Lanche da manhã:

  • 1 pote de iogurte desnatado;
  • Mix de oleaginosas com frutas secas;
  • 1 torrada integral + 1 xícara de chá verde;
  • 3 biscoitos integrais + 1 xícara de café;
  • 1 fruta.

Almoço:

  • Salada verde + 2 colheres (sopa) de arroz integral + carne grelhada (peixe, frango ou peru) + legumes refogados no óleo de coco;
  • Salada com folhas, cenoura e beterraba ralada + 2 colheres (sopa) de arroz integral + 1 colher (sopa) de feijão + 1 colher (chá) de linhaça dourada + 2 abobrinhas pequenas recheadas com carne moída;
  • Salada de rúcula, alface, palmito e milho + 2 colheres (sopa) de frango cozido com cebola e tomate + 2 colheres de legumes refogados + 1 colher (sopa) de purê de mandioquinha.

Lanche da tarde:

  • Mix de oleaginosas com frutas secas;
  • 1 fruta;
  • Barrinha de cereal;
  • 1 copo de suco detox;
  • 3 mini pães de queijo + 1 xícara de café.

Jantar:

  • Salada verde simples + camarão rosa refogado com alho + purê de mandioquinha;
  • Salada verde com tomate + 2 colheres (sopa) de arroz com lentilha + legume cozido + 1 fatia pequena de quibe de forno;
  • Salada verde + sanduíche feito com pão sírio, peito de peru, queijo branco, tomate e orégano.

Ceia:

  • Iogurte desnatado + gelatina diet;
  • 1 torrada integral com requeijão;
  • 1 barra de cereal;
  • 1 fatia de fruta com linhaça;
  • Leite desnatado batido com banana e aveia.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *