Press "Enter" to skip to content

Você sabe o que é Compulsão Alimentar Noturna? Veja aqui sintomas e tratamentos

A Compulsão Alimentar Noturna, também conhecida como Síndrome de Alimentação Noturna é caracterizada, normalmente, pela falta de apetite pela manhã e por comer demais à noite. A agitação e a insônia são alguns sintomas do transtorno.

Levantar para fazer um lanchinho no meio da noite pode até parecer uma atitude comum. Porém, se acontece com uma certa frequência na sua vida, talvez você esteja com Compulsão Alimentar Noturna.

Pesquisas apontam que entre 1% e 2% da população sofre com esse problema, que pode ser causado por alterações nas taxas hormonais (que regulam apetite, sono, humor) ou emocionais, tais como obesidade, dietas restritivas que prejudicam a saúde, entre outros.

Compulsão Alimentar Noturna

compulsão alimentar noturna

O problema é caracterizado pela compulsão por comida no período noturno, independente da fome. Geralmente, o pico de compulsão acontece entre 20h e 8h. Nesse intervalo, a pessoa consome mais de 50% de suas calorias diárias.

Existem ainda casos em que o indivíduo não se lembra do acontecido no dia seguinte, pois estava em estado sonambúlico.

A Compulsão acontece quando o relógio biológico é bagunçado, tornando este um ciclo vicioso: comer muito de madrugada e não ter fome pela manhã. Isso resulta num desequilíbrio durante o dia, agravando ainda mais o quadro.

Estudos sugerem que essa necessidade de atacar a geladeira durante a noite pode ser em razão de um complexo conjunto de hormônios que controlam a fome e os sinais de saciedade de nosso corpo.

O estudo foi feito com 32 homens e mulheres obesos. Ele apresentou que os hormônios da saciedade podem estar baixos durante a noite e, enquanto isso, ao mesmo tempo, os hormônios da fome aumentam. Ou seja, os que sofrem de Compulsão Alimentar Noturna podem estar suscetíveis às mudanças desses hormônios reguladores de apetite.

Sinais e sintomas da Compulsão Alimentar Noturna

compulsão alimentar noturna sintomas

A Compulsão Alimentar Noturna pode ser observada através de alguns sintomas e sinais nas pessoas:

  • Perda de controle sobre a quantidade de alimentos consumidos;
  • Distúrbio marcado (perturbação emocional) em episódios de compulsão;
  • Comer mais rapidamente que o normal;
  • Comer em excesso até sentir desconforto abdominal;
  • Comer em excesso, mesmo sem sentir fome;
  • Comer isoladamente por vergonha;
  • Armazenar alimentos para consumir secretamente depois;
  • Não sentir saciedade, não importa a quantidade de alimento que consumir.
  • A pessoa com transtorno da fome noturna tem pouco ou nenhum apetite para o café da manhã. Atrasa a primeira refeição por várias horas depois de acordar. Não está com fome ou está satisfeita com o quanto comeu na noite anterior;
  • Comer mais depois do jantar do que durante a refeição;
  • Comer mais da metade da ingestão diária de alimentos após o jantar, mas antes do café. Pode até mesmo sair da cama para fazer um lanche à noite;
  • A pessoa se sente tensa, ansiosa, triste ou culpada enquanto come;
  • A Compulsão é mutias vezes relacionada com estresse e  acompanhada de depressão. Especialmente à noite, a pessoa pode ser mal-humorada, tensa, ansiosa, nervosa, agitada, etc;
  • Ter dificuldade em adormecer ou permanecer dormindo. Acorda com freqüência e, em seguida, come muitas vezes;
  • Preferir carboidratos.

Além destes sintomas citados acima, algumas pessoas com essa compulsão sofrem também de sintomas físicos, emocionais e sociais, relacionados à alimentação. Entre eles estão: doenças cardíacas, diabetes, hipertensão, aumento de ansiedade, depressão, irritabilidade, problemas para dormir, insônia, e muito mais.

Como tratar essa compulsão?

compulsão alimentar noturna tratamento

Como falamos anteriormente, a fome noturna pode causar vários problemas para a saúde, por isso, se você sente alguns desses sintomas, ou nota eles em alguém próximo, aqui vão algumas dicas eficazes para tratamento:

  • Tente não comer ao menos uma hora antes de deitar.
  • Consuma proteínas e vegetais no jantar para aumentar a melatonina e ajudar a adormecer rapidamente, evitando a vontade por comer alimentos ricos em carboidratos.
  • Evite comer doces açucarados, chocolate, carboidratos simples, suco ou frutas adoçados durante o dia, e principalmente antes de dormi. Esses alimentos ajudam a aumentar o nível de açúcar no sangue, aumentar sua energia e você pode acordar sentindo fome no meio da noite.
  • Consuma alimentos ricos em nutrientes e fibras. Elas aumentam a saciedade.
  • A melatonina é considerada uma das principais chaves para um ciclo de sono natural e saudável. A dica é: coma alimentos ricos em melatonina, principalmente à noite. Eles são: banana, morango, tomate, rabanete, entre outros.
  • Tente manter um horário para dormir 8 horas por noite. O sono regular ajuda a diminuir o estresse e apoia o sistema reparador do seu organismo, incluindo os hormônios que regulam a fome e o peso.
  • Evite atividades que possam atrapalhar seu sono. Não tome cafeína depois das 18h, nem faça atividades físicas excessivas perto da hora de dormir. Também evite dormir perto de ruídos e outros fatores que possam despertar o sono.
  • É essencial que você reduza o estresse do dia a dia. Segundo especialistas, questões que levam aos transtornos alimentares estão relacionadas a comportamento compulsivo e a incapacidade de lidar com sentimentos difíceis, situações estressantes e pensamentos de preocupação.
  • Evite bebidas alcoólicas, cigarros e outras drogas. Eles podem atrapalhar o sono e ainda induzem ao aumento de apetite e compulsão alimentar.

Claro que quem vai avaliar o melhor tratamento para você é um médico, como psiquiatra ou endocrinologista. Mas seguir essas dicas podem ajudar a resolver o problema de Compulsão Alimentar Noturna. Além disso, medicamentos para insônia e estabilizadores de humor também podem ajudar.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *