Press "Enter" to skip to content

Cebrilin: remédio para depressão! Saiba como tratar DEPRESSÃO E ANSIEDADE com PAROXETINA

Casos de depressão estão cada vez mais comuns. O estresse diário, a rotina acelerada, crises de ansiedade e até a compulsão por comida, são apenas alguns sinais de que a sua saúde emocional não anda bem.

Para combater estes problemas e tratar a Depressão e Transtornos de Ansiedade Generalizada, alguns médicos recomendam o uso de comprimidos como o Cebrilin, o mesmo que a Paroxetina, que age no organismo para tratar da saúde mental.

No vídeo abaixo, a profissional Juliana Brum fala sobre a Paroxetina e sua função no organismo para o tratamento de depressão e ansiedade. Clique no vídeo abaixo e saiba mais:

Se você se identifica com os sinais da depressão ou quer entender melhor sobre como funciona o Cebrilin e a Paroxetina antes de começar a tomar, é só seguir a leitura. Aqui você encontra para que serve, bula e preço desse antidepressivo.

O que é Cebrilin – Paroxetina?

Cebrilin 20mg

Cebrilin é o mesmo que a já conhecida Paroxetina, um antidepressivo da classe dos Inibidores Seletivos de Recaptação da Serotonina (ISRS). Ele é desenvolvido em forma de comprimido e indicado principalmente para casos de depressão, ansiedade, fobia social e ataques de pânico.

A Paroxetina tem como principal função manter uma maior parte de Serotonina aos neurônios para que eles possam fazer o seu uso adequadamente. Lembrando que a Serotonina é conhecida como o “Hormônio da Felicidade”, capaz de regular o emocional, trazendo prazer e bem-estar mental e físico. Quando ela está baixa no organismo, é comum que alguns sinais de estresse, ansiedade e tristeza sejam intensificados, podendo levar a depressão grave.

Uma característica de Cebrilin é sua menor quantidade de efeitos colaterais se comparado a outros medicamentos tricíclicos. Por isso que ele é tão usado para tratar doenças emocionais. Contudo, alguns sintomas adversos podem ser sentidos durante as primeiras semanas de tratamento, como insônia, náuseas, vômitos, azia, falta de apetite, tontura, dores de cabeça, falta de libido, aumento da sudorese, boca seca e tremores.

Devido aos possíveis efeitos colaterais, é imprescindível que antes de utilizar o Cebrilin, se faça um acompanhamento médico para que a dose diária seja devidamente controlada.

Para que serve Cebrilin (Paroxetina)?

Como tratar depressão?

Cebrilin (Paroxetina) é bastante recomendado para o tratamento de depressão. Entretanto, seus benefícios também podem servir para tratar outras doenças mentais. São elas:

  • Depressão;
  • Transtorno de Ansiedade Generalizada;
  • Ataques de Pânico;
  • Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC);
  • Fobia Social;
  • Compulsão alimentar;
  • Nervosismo;
  • Ansiedade pós evento traumático.

Devido ao menor índice de efeitos colaterais, pessoas que usam Cebrilin desistem menos do tratamento, alcançando maiores resultados no combate da depressão com o uso desse medicamento.

Bula Cebrilin

Médico da depressão

Antes de começar a tomar Cebrilin (Paroxetina), é indicado que o indivíduo passe por todos os processos de consultas médicas para que seu diagnóstico possa ser dado com total clareza. Dessa forma também receberá a devida orientação especializada sobre a quantidade exata do medicamento que seu corpo precisa.

Comumente, o recomendado é utilizar a Paroxetina Cebrilin em dose única, uma vez ao dia, sem mastigar, apenas ingerido com um copo de água no período da manhã, de preferência com alguma alimentação. Dessa forma evita-se complicações gastrointestinais.

A dose ideal para adultos é de 20 mg por dia, podendo ser ajustada entre 20 e 50 mg diários. Isso vai depender da reposta e da tolerância do paciente ao medicamento.

Lembrando que Cebrilin não elimina os sintomas da depressão de forma imediata. Somente dentro do período de um mês de tratamento, é que a melhora será perceptível.

Composição Cebrilin (Paroxetina)

Cebrilin é composto de Cloridrato de Paroxetina e pode ser encontrado com 10, 20 e 30 mg. Entenda melhor a relação abaixo:

Cebrilin 10 mg

Contém 11,94 de Cloridrato de Paroxetina

Celulose, fosfato de cálcio dibásico, croscarmelose sódica, dióxido de silício, estearato de magnésio, óxido férrico marrom, óxido férrico amarelo, polissorbato, metacrilato de dimetilaminoetila, macrogol, talco e dióxido de titânio.

Cebrilin 20 mg

Contém 22,76 de Cloridrato de Paroxetina

Celulose, fosfato de cálcio dibásico, povidona, croscarmelose sódica, polissorbato, estearato de magnésio, dióxido de silício, macrogol, dióxido de titânio, metacrilato de dimetilaminoetila e talco.

Cebrilin 30 mg

Contém 34,16 de Cloridrato de Paroxetina

Celulose, fosfato de cálcio dibásico, povidona, croscarmelose sódica, polissorbato, estearato de magnésio, dióxido de silício, corante azul laca brilhante, macrogol e metacrilato de dimetilaminoetila.

Preço Cebrilin

A Paroxetina pode ser encontrada em diferentes formas de manipulação, uma delas é o Cebrilin, que causa menos efeitos colaterais e pode ajudar no tratamento de diversas doenças mentais e problemas emocionais.

Cebrilin pode ser encontrado em farmácias de medicamentos manipulados, com preços variados. Alguns podem chegar a menos de R$100,00. Já outros, ultrapassam esse valor. O ideal é sempre fazer uma pesquisa prévia antes de comprar qualquer medicamento, e analisar qual deles sai mais em conta.

Contraindicações Cebrilin (Paroxetina)

Remédio pra depressão

Apesar de causar menos efeitos colaterais, é preciso estar atento ao uso de Cebrilin, a Paroxetina. Visto que, possuem algumas contraindicações.

Cebrilin é contraindicado para quem possuem sensibilidade à droga ou componentes da fórmula. O uso também não é recomendado para gestantes e mulheres em fase de amamentação. Já para idosos acima de 65 anos, é preciso observar os efeitos colaterais e reações adversas que podem ser sentidos, suspendendo o medicamento em qualquer uma das hipóteses.

Também não deve ser usado concomitantemente com os inibidores da monoaminoxidase ou em pacientes em fase de tratamento com anticoagulantes orais. Também não se deve tomar a Paroxetina ao mesmo tempo que estiver tomando medicamentos de tioridazina ou pimozida.

Este medicamento também é contraindicado para menores de 18 anos, visto que, o pensamento ou comportamento suicida podem ser aumentados em adolescentes com depressão. Nesses casos, o ideal é procurar ajuda médica, somente assim é possível ter o tratamento correto e seguro em mãos.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *